Exposição “Pedras são preciosas” da artista Elisete Alvarenga

A Galeria Fórum das Artes, localizada ao lado do antigo Fórum da Cidade, recebe a partir do dia 19 de maio a exposição “pedras são preciosas” da artista Elisete Alvarenga.

Elisete Alvarenga vive em Botucatu e desenvolve suas pesquisas num processo contínuo de caminhadas pela cidade, fotografando e coletando imagens que se organizam em arquivos de terras e imagens digitais, que por sua vez,  inspiram gravuras, pinturas, bordados, fotografias pintadas, desenhos, palavras e vídeos. Em meio aos seus afazeres domésticos e compromissos cotidianos, o olhar da artista se detém nos detalhes da paisagem e com esses elementos vai dando forma a um diário poético de imagens simples: pedras sobrepostas, pilhas de tijolos, roupas penduradas no varal ou dobradas, cargas de caminhão, rosas secas, sacos de lixo. A simplicidade do que é apresentado é carregada de tensões provocadas por um desenho de poucas linhas e poucos tons, nada para além do estritamente necessário.

A exposição apresenta uma seleção de trabalhos de pequeno formato que, sendo um recorte da sua produção, fazem parte de um conjunto de imagens às quais Elisete retorna de maneiras variadas ao longo do tempo. Na exposição poderemos apreciar como a artista vai descobrindo novas intensidades nesse retrabalho, onde o processo de pesquisa quase se confunde com a obra em si. Fazem parte da exposição as inúmeras fotografias que compõem o seu arquivo imagético, assim como pedras coletadas e torrões de terra que servem como pigmento das suas pinturas.

A curadoria realizada por Célia Barros procurou criar um espaço intimo  e silencioso onde gaveteiros guardam grande parte dos trabalhos. Para ver a exposição o visitante terá que abrir as gavetas para ir descobrindo as relações entre as obras. A exposição inaugura dia 19 de maio às 19h30 com uma conversa onde a artista e a curadora estarão presentes para conversar sobre o processo de trabalho.

A exposição é resultado de um projeto selecionado pelo ProAC Editais – Obras e exposições, Programa de Ação Cultural da Secretaria de Cultura do Estado de São Paulo e tem a parceria da Prefeitura de Botucatu que cedeu o espaço do Fórum das Artes para receber a exposição.

Sobre a artista
Elisete Alvarenga, vive e trabalha em Botucatu. Graduada em Engenharia Agronômica pela Faculdade de Ciências Agronômicas de Botucatu – UNESP. Frequentou os ateliês de gravura do Museu Lasar Segall –  coordenação de Claudio Mubarac e do Sesc Pompéia – coordenação – Evandro Carlos Jardim, o ateliê de desenho “ Percepção do Olhar” com Elisa Bracher no Centro Universitário Maria Antonia – USP e Procedência e Propriedade com Charles Watson no Rio de Janeiro, SP. Coordena o ateliê municipal de xilogravura de Botucatu desde 2011. Participa de exposições, salões de arte e projetos coletivos.

Sobre a curadora
Célia Barros, artista, curadora e educadora. Mestre em Produções artísticas e investigação pela Facultat de Belles Arts da Universitat de Barcelona. Em 2008 criou a produtora cultural Homens de Saia – Utopias Possíveis que sonha, cria e produz exposições de artes visuais. Integrou a equipe permanente da Fundação Bienal de São Paulo de 2013 a 2015 como Palestrante e Produtora de conteúdo e como Articuladora de conteúdo nas Ações de Difusão na mesma fundação em 2016.

Serviço:
Exposição pedras são preciosas
Inauguração: 19 de maio de 2017 às 19h30
Artista: Elisete Alvarenga
Curadora: Célia Barros

Local: Galeria Fórum das Artes
Av. Dom Lucio, nº51 – Centro
Telefone:  (14) 3882-1747 ou 3882-0133

Atendimento para visitas educativas com agendamento
Horário: terça a sexta das 9h às 17h
Sábado: das 11h às 17h

Fonte: Secretaria de Cultura de Botucatu