Imigração Alemã em São Paulo é tema de mostra no Espaço Cultural ENGEP

Exposição aberta no Espaço Cultural ENGEP até o dia 7 de maio aborda a importância da imigração alemã em algumas cidades do interior paulista desde o século XIX.

Está em cartaz, no Espaço Cultural ENGEP, em Limeira, a exposição “A Imigração Alemã em Terras Paulistas”. A mostra, realizada com acervo de diversas instituições paulistas, foi originalmente produzida pelo Centro de Memória-Unicamp e exposta no ano de 2011 no Museu de Imagem e Som (MIS) de Campinas. A curadoria é de Olga Rodrigues de Moraes von Simson, Marli Marcondes e Cássia Denise Gonçalves.

A ideia de trazer a exposição para Limeira surgiu dada a importância da imigração germânica para a constituição regional, uma vez que um número significativo de cidades do interior paulista foi formado por imigrantes alemães e suiço-alemães e conservou, até pelo menos o fim dos anos vinte do século passado, diversos aspectos da cultura alemã. Além disso, a mostra conta com textos de limeirenses, assim como com fotografias e informações relativas à cidade, como sobre as Fazendas Ibicaba e Citra-Dierberger.

A Província de São Paulo recebeu seu primeiro grupo de imigrantes alemães em 1827, enviados pelo Imperador D. Pedro I, formando a colônia de Parelheiros, em Santo Amaro, até hoje conhecida como Colônia Velha. O segundo grupo de imigrantes germânicos a serem fixados na província veio somente após 1846, graças à iniciativa dos grandes fazendeiros de café da região de Campinas, que, preocupados com a crise do sistema escravocrata, viram que o trabalho nas fazendas cafeeiras poderia ser realizado com eficiência e qualidade usando-se da mão de obra camponesa de origem europeia, sob o sistema de parceria. A experiência pioneira sob este sistema aconteceu na Fazenda Ibicaba, em Limeira, de propriedade do Senador Vergueiro, por volta de 1850. O grupo teuto foi o primeiro que chegou à região para substituir o braço escravo nas grandes plantações cafeeiras paulistas, tendo aqui se fixado e prosperado, trazendo certamente contribuições para a formação da sociedade paulista.

Os imigrantes alemães foram responsáveis pela introdução de um comércio considerado de luxo na época e por estabelecimentos de serviços. No âmbito da educação, introduziram escolas privadas de nível diferenciado, sendo que a primeira deutsche schule (escola alemã) no estado foi organizada na Fazenda Ibicaba, em 1856. Os imigrantes teutos foram ainda precursores na implantação de indústrias na região, como nas cidades de Campinas e Americana. Em Limeira, os Dierberger fundaram a primeira escola de enxertia do país, o que possibilitou o desenvolvimento dos grandes laranjais da região e posteriormente, da agro-indústria de suco de laranja.

Parte desta importante história paulista é apresentada na exposição “A Imigração Alemã em Terras Paulistas”. De forma didática, a mostra foi dividida em cinco núcleos temáticos: Agricultura, Indústria, Educação, Cultura e Lazer e Educação. Além disso, na montagem atual, foram acrescidos importantes documentos e objetos pertencentes à Fazenda Ibicaba, núcleo de destaque na vinda e dispersão de povos de origem germânica na região.
Com direção geral de Paulo Masuti Levy e coordenação geral da Profa. Dra. Ana Maria Reis de Góes Monteiro, a exposição é uma realização do Instituto Sociocultural “Cassio de Freitas Levy” e do Espaço Cultural Engep em parceria com o Centro de Memória-Unicamp, e contou com o apoio da Associação Pró-Memória de Limeira e da Biblioteca Paulo Masuti Levy.

A exposição ficará aberta até 7 de maio, de segunda a sexta das 11h às 20h, e aos sábados das 9h às 13h. O Espaço Cultural fica localizado no Largo da Boa Morte, 118, no centro de Limeira (ao lado da Igreja Boa Morte).

O ESPAÇO CULTURAL ENGEP
Instalado em uma construção do final século XIX, o Espaço Cultural do Grupo ENGEP, surge para se tornar um local de difusão de atividades socioculturais, proporcionando à comunidade de Limeira e região o conhecimento e acesso à arte, história e cultura. A ENGEP, após restaurar a casa que foi do Senador do Estado de São Paulo, Ezequiel de Paula Ramos, tem a satisfação de criar este Espaço para realizar exposições, eventos culturais e ações educativas que fortaleçam os elementos de identidade e cidadania.

Serviço:
Exposição “A imigração alemã em terras paulistas”
Até 7 de maio
Segunda a Sexta, das 11h às 20h
Sábados, das 9h às 13h
Local: Espaço Cultural Engep – Largo da Boa Morte, nº 118, Centro, Limeira-SP
Entrada Gratuita

Fonte: Espaço Cultural ENGEP