Pós-graduação em Gestão de Acervos Museológicos tem inscrições abertas na FESPSP

São Paulo é o estado brasileiro com o maior número de museus de todo o Brasil, contando com mais de 400 instituições voltadas para a preservação do nosso patrimônio e tradições. Diante das novas tecnologias e dos novos desafios, o trabalho do profissional museólogo está em constante adaptação. Sendo um campo de atuação multidisciplinar, os cursos voltados para a formação de profissionais para atuar nas instituições museológicas não dão conta de atender à demanda existente. A partir de agosto, a FESPSP (Fundação Escola de Sociologia e Política de São Paulo), que possui tradição na área de museologia, voltará com o curso de Pós-graduação em Gestão de Acervos Museológicos. As inscrições já estão abertas no site da Fundação.

O curso busca fornecer conteúdo teórico, conceitos e fundamentos da Museologia em geral e discutir processos e procedimentos habituais aplicados nas instituições museológicas, baseando-se na interdisciplinaridade com outras áreas de conhecimento. “Além de pautar-se no respeito à já existente regulamentação da profissão de Museólogo e aos profissionais que possuem essa titulação, o objetivo é formar especialistas em Gestão de Acervos Museológicos com amplo conhecimento teórico-prático, aptos a integrar as equipes dos museus e instituições congêneres, a fim de que contribuam expressivamente para a gestão e o desenvolvimento das instituições e trabalhem conjuntamente com os museólogos”, explica Maria Fernanda Curado Coelho, coordenadora do curso.

A pós-graduação em Gestão de Acervos Museológicos tem como público-alvo profissionais com graduação de nível superior que atuam ou que pretendam atuar em áreas relacionadas com Museus, patrimônio museal e instituições de memória. “A museologia é um campo bastante amplo, capaz de absorver profissionais de várias áreas do conhecimento, pois atua em museus de ciência, de artes em geral, de tecnologia, de história, de futebol, entre tantos outros”, conta a docente do curso, Cecilia Machado.

Neste sentido, o público-alvo está mais relacionado aos profissionais interessados em trabalhar com patrimônio cultural e memória, independente se sua formação básica. Comumente atrai profissionais das áreas de Humanas e Ciências Naturais, tais como biologia, física, química, e de tecnologia em geral, e para estes e todos os interessados a coordenadora marcou duas datas para apresentação e esclarecimento sobre o curso, dia 6 de julho (às 19h), dia 27 de julho (às 19h) ou no dia 5 de agosto (10h). Para participar basta o interessado se inscrever aqui.

Serviço
O candidato deverá inscrever-se e comparecer na apresentação do curso com o coordenador, conforme datas abaixo:

06/07/2017 – 19h;

27/07/2017 – 19h;

05/08/2017 – 10h.

Importante: no ato da inscrição, o candidato escolherá a data que deseja participar. A participação não é requisito para a matrícula no curso.

Coordenadora do curso
Profa. Ms. Maria Fernanda Curado Coelho – Museólogo n. 148 – II Corem 4R

Duração: 18 meses

Horário: Sábados das 8h30 às 17h (1h de intervalo das 12h às 13h).

Investimento: 18 Parcelas de R$ 902,00